25 Nov 2017

Pela primeira vez no Universal Orlando Resort, os visitantes poderão celebrar o Natal no The Wizarding World of Harry Potter, como parte das comemorações de fim de ano que acontecerão em todo o complexo da Universal. Ao explorar tanto Hogsmeade quanto Diagon Alley, os visitantes serão rodeados por decorações natalinas únicas, e curtirão essa nova diversão criada exclusivamente para a época das festas de fim de ano.

No The Wizarding World of Harry Potter – Diagon Alley, no parque Universal Studios Florida, Celestina Warbeck and the Banshees subirão ao palco para uma novíssima performance de Natal que irá incluir novas músicas como "Nothing like a Holiday Spell" e "Accio Christmas."

No The Wizarding World of Harry Potter – Hogsmeade, no parque Universal's Islands of Adventure, o Frog Choir irá se juntar às festividades com três novas canções de Natal, incluindo "The Most Magical Yule Ball Of All." E quando a noite cair, o castelo de Hogwarts será iluminado com "The Magic of Christmas at Hogwarts Castle" - uma experiência de projeção de tirar o fôlego, onde os visitantes poderão ver momentos incríveis de Natal inspirados na série Harry Potter no icônico castelo.

Para mais informações sobre a diversão das festas de fim de ano no The Wizarding World of Harry Potter, que vão de 18 de novembro a 6 de janeiro, acesse o Blog do Universal Orlando Resort.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) concluiu a construção de galerias de águas pluviais nas ruas Figueiras, Conselheiro Justino, Marina, João Ribeiro e Vitória Régia, no bairro Campestre. As obras preventivas são fundamentais para minimizar o risco de alagamentos na região durante o período de chuvas e envolveram também o recapeamento das vias.

 Cerca de 3 mil pessoas, entre moradores do bairro e motoristas, serão beneficiadas pelas intervenções.

Ao todo, nos seis meses de duração da obra, a autarquia executou a instalação de 664m de novas redes, com tubulações de 0,50m a 1m, que vão captar de forma mais eficiente as águas pluviais das vias e encaminhá-las para uma galeria já existente na rua Vitória Régia.

 As intervenções também trouxeram outras melhorias à infraestrutura do bairro, como a recomposição do pavimento em cerca de 6.000 m² de vias, a construção de novos sarjetões e de 24 poços de visita, além da instalação de 136 bocas de lobo e uma grelha transversal de 7,35m². O investimento total foi de cerca de R$ 2 milhões.

A Prefeitura de São Bernardo conquistou, na segunda (13), mais um importante avanço que irá melhorar a qualidade de vida da população. Em audiência com o governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, Morando obteve o aval de R$ 30 milhões em recursos, por meio da Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) para a realização de obras de infraestrutura.

De imediato, o prefeito de São Bernardo confirmou que será aberto um levantamento detalhado para verificar os bairros mais necessitados para o recebimento de serviços como a colocação e manutenção de sarjetas, guias, além de pavimentação e outras ações. Depois deste processo, a Prefeitura vai abrir o processo licitatório para a contratação das empresas e iniciar as intervenções.

“Vamos buscar fazer todo este processo de forma rápida, mas que chegue aos pontos mais importantes da cidade. Meu agradecimento ao governador, porque tem sido um parceiro importante para São Bernardo, uma vez que sob nossa gestão recursos e ações estão chegando, como o Bom Prato, por exemplo”, destacou o prefeito, referindo-se ao fato do município ter conquistado a formalização da chegada do Restaurante Bom Prato, previsto para ser inaugurado no ano que vem.

A assinatura para a liberação dos recursos está prevista entre 60 e 90 dias, mediante a autorização da Secretaria do Tesouro Nacional. Está condicionada a carência de um ano e o pagamento de todo o recurso para os outros cinco anos subsequentes, com juros subsidiados. Ao todo, são R$ 21 milhões diretos que serão enviados pelo Desenvolve SP e outros R$ 9 milhões, via FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O prefeito estima o início das obras dentro do primeiro semestre de 2018.

 

A Riachuelo acaba de abrir as inscrições para o Programa de Trainees 2018 da companhia. As oportunidades são para jovens que se graduaram nos cursos de Administração, Economia, Moda, Comunicação, Engenharia e áreas correlatas. As inscrições podem ser realizadas até o dia 30 de novembro no site www.riachuelo.com.br.

É necessário disponibilidade para residir em qualquer região do país. A rede prioriza profissionais com interesse em construir carreira em âmbito nacional e talento para administração comercial e gestão de pessoas.

Com duração entre 12 e 18 meses, o Programa de Trainees da Riachuelo oferece duas possibilidades de carreira: Gerente de Loja e Gerente de Produto. O processo seletivo é composto por sete etapas, sendo: inscrições; análise eletrônica de currículos; testes online; dinâmicas de grupo; painel de competências com gestores; entrevista final com a diretoria; entrega de documentos para admissão e início das atividades, previsto para março/2018.

Há mais de 25 anos, o Programa de Trainees da Riachuelo prepara jovens empreendedores para atuar no varejo de moda.

Maior competição poliesportiva da América Latina, os Jogos Abertos do Interior (JAI) de 2017 terão início, nesta sexta (17), às 10h, marcando a inauguração de um novo modelo de sede compartilhada, adotado de forma pioneira no ABC. Nesta edição, que se estende até o dia 26 de novembro, as competições das 32 modalidades disputadas serão realizadas em cinco cidades (São Bernardo, Santo André, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires) e não em apenas um município, como tradicionalmente vinha ocorrendo. A organização será de responsabilidade do Consórcio Intermunicipal do ABC, em parceria com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do governo estadual.

“Além de diluir os custos, o novo modelo explora os melhores equipamentos esportivos de cada cidade envolvida, oferecendo aos atletas estrutura de excelência em todas as modalidades. São Bernardo, por exemplo, concentrará cerca de 60% das atividades, com disponibilização de estruturas de referência no alto rendimento, como a Arena Olímpica São Bernardo, o Ginásio Poliesportivo, o Centro de Atletismo Professor Oswaldo Terra, além de outros equipamentos de ponta”, explicou o prefeito Orlando Morando.

Em busca de seu sexto título, a cidade chega aos Jogos com delegação composta por cerca de 550 atletas de 27 modalidades, entre revelações promissoras e nomes já conhecidos do público, como o mesa-tenista e medalhista pan-americano Hugo Hoyama, os ginastas e medalhistas olímpico e pan-americano Diego Hypólito e Caio Souza, e a judoca Gabriela Mantena. Há apostas de medalhas também no Basquete Feminino, Badminton, Handebol Feminino, Futebol Masculino, Ginástica Artística e no Vôlei de Praia.

As equipes que representarão São Bernardo se apresentam aos Jogos com bom retrospecto, após conquistar mais uma edição dos Jogos Regionais, também organizados pelo Estado, em julho passado, além de ostentar o título de atual campeã dos Jogos Abertos. Em 2016, a delegação da casa conquistou seu quinto título, computando 337 pontos – uma larga vantagem sobre o segundo colocado São José dos Campos.

“O município é uma das grandes forças dos Jogos Abertos do Interior levando em consideração que fomos campeões dos Jogos Regionais e temos condições plenas de figurarmos entre as primeiras colocadas, junto com São Jose dos Campos, Santos, São Caetano, entre outras potências”, destacou o secretário de Esportes e Lazer, Alex Mognon. Ao todo, está sendo investido aproximadamente R$ 1,8 milhão na disputa deste ano, com recursos do governo do Estado.

Investimento - Potência esportiva no Estado, São Bernardo investe cerca de R$ 7 milhões no Esporte, sendo cerca de R$ 3 milhões de recursos próprios e outros R$ 2,25 milhões provenientes de convênios com Caixa Econômica Federal (CEF) e mais R$ 1,75 milhão de recurso de Lei de Incentivo. Este montante é aplicado na formação de atletas de base e adulto.

A Braskem reportou EBITDA de R$ 9,4 bilhões no acumulado do ano de 2017 até setembro. O resultado, que representa uma alta de 3% sobre o mesmo período do ano passado, é atribuído aos spreads de químicos 36% mais altos no mercado internacional, ao aumento do volume de vendas das unidades dos EUA e Europa assim como o ganho de participação de mercado de polietileno e polipropileno no Brasil.

No terceiro trimestre de 2017, o EBITDA da Braskem foi de R$ 2,7 bilhões, queda de 9% sobre o EBITDA registrado no segundo trimestre de 2017, principalmente em função do ganho de capital com a venda da quantiQ apurado naquele trimestre, da parada programada na central do Rio de Janeiro e das paradas não programadas de duas unidades no estado norte-americano do Texas devido à passagem do furacão Harvey.

A despeito dessas duas situações, a Braskem operou suas plantas industriais com expressivas taxas de ocupação. No Brasil, a taxa média de operação dos crackers foi de 92%. Excluindo a mencionada parada programada do polo do Rio, a taxa foi de em 97%. Nos EUA e na Europa, a taxa média de operação das plantas industriais foi de 94%. No México, a taxa de operação das plantas voltou a crescer 4 pontos percentuais e alcançou 87% dado a maior disponibilidade no fornecimento de etano.

“Foi um trimestre atípico em que enfrentamos grandes intempéries em um curto espaço de tempo, como um furacão nos EUA que impactou temporariamente duas unidades no Texas e dois abalos sísmicos no México que não comprometeram a nossa produção local. Superamos os desafios mantendo os mais rigorosos requisitos de segurança das pessoas e dos processos industriais, um valor inegociável para nós”, diz Fernando Musa, presidente da Braskem.

Do lado comercial, as vendas de resinas no Brasil cresceram 10% na comparação com o segundo trimestre, alcançando 915 mil toneladas. Nos EUA e Europa, o volume de vendas de polipropileno apresentou aumento de 6% em relação ao segundo trimestre. No México, priorizou-se o mercado doméstico, com aumento das vendas de 53% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo 235 mil toneladas de polietileno, com recorde de vendas no mês de setembro.

No terceiro trimestre de 2017, a Braskem apresentou receita líquida de R$ 12,1 bilhões, sendo 46% gerada com as exportações e unidades internacionais, representando uma alta de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior. Nos três meses encerrados em setembro, a Braskem registrou lucro consolidado líquido de R$ 764 milhões. No ano, o lucro acumula R$ 3,82 bilhões, alta de 102% sobre o mesmo período de 2016.

 


Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu